quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

OS DEZ MANDAMENTOS DA POSSE RESPONSÁVEL

Adotar um animal é assumir um compromisso para toda a vida. Você está preparado?
Antes de adotar um animal é necessário que se reflita sobre alguns pontos fundamentais. Haverá meios de cuidar dele como precisa?

Haverá recursos financeiros para alimentá-lo e dar-lhe tratamento médico ?
Haverá tempo para se dedicar, brincar, passear, enfim, tratá-lo com amor e atenção?

Se a resposta for “não”, não adote animal nenhum. Porque eles precisam de tantos cuidados quanto uma criança necessitaria.

Mas se a resposta for sim… Ainda assim, saiba aqui os compromissos que você terá que assumir.


1º - ALIMENTE-O DE FORMA CORRETA
É um dos cuidados mais básicos. Significa não só dar comida, mas sim manter o animal bem alimentado, dando-lhe uma ração específica para sua espécie, em quantidades adequadas, e fornecendo-lhe sempre água fresca.

Gatos não devem ser alimentados com ração de cães e vice-versa. Cães e gatos não merecem ser alimentados com restos de comida humana nem deixados com sede.

Não deixe água estagnada no pote. Além de ser prejudicial à saúde do animal, essa água pode acumular larvas de mosquitos, prejudicando também sua saúde.


2 º DÊ-LHE UM LOCAL ADEQUADO PARA VIVER
Nunca se deve deixar um animal ao relento, sem ter onde se abrigar do calor, do frio ou da chuva. O melhor lugar para um amigo é perto de nós.

Se isso não for possível, por alguma razão, dê-lhe ao menos uma casa para se proteger. Não esqueça de que você não gostaria de se deitar no chão duro.

Lembre-se ainda de que um animal de grande porte certamente não viverá bem em um local apertado. O local deve ser também bem arejado.

O ambiente precisará estar adaptado à sua presença. No caso de apartamentos, telas são indispensáveis nas janelas, mesmo que se trate de cães.

Se você mora em casas, mantenha o animal em local onde não possa fugir para a rua. Ruas são extremamente perigosas para animais de qualquer espécie.

3 º VACINE-O ANUALMENTE
Todo animal deve ser vacinado quando filhotes, e o reforço da vacinação deve ser dado anualmente.

Os cães devem ser vacinados a partir dos 45 dias, contra parvovirose, cinomose, coronavirose, raiva, hepatite infecciosa, leptospirose, parainfluenza, adenovirose e traqueobronquite.

Os gatos, a partir dos dois meses, contra raiva, panleucopenia, rinotraqueíte, clamidiose e calicivirose. Há também vacina contra a leucemia ( FeLV ), mas ainda existem controvérsias sobre ela.

4 º CASTRE SEU ANIMAL - ESSE É UM ATO DE AMOR
Castrar seus animais é a melhor opção. Isso ajuda a evitar que haja mais animais abandonados. A cada ano, centenas de filhotes indesejados são jogados nas ruas. A maioria morre antes de completar um ano.

Mesmo que você esteja horrorizado e convicto de que não abandonará uma ninhada, pense mesmo assim. Não há casas disponíveis para todos os animais. Não é fácil conseguir um lar para todos os filhotes, e você nunca terá garantias de que serão bem tratados.

Além disso, a castração trará mais benefícios para seu animal e também para você. Ele se tornará mais carinhoso e tranqüilo, e as chances de fuga serão muito menores.

Os animais podem ser castrados a partir dos quatro meses.

Quanto mais cedo for feita a esterilização, menores as chances de tumores nas fêmeas e de inflamação da próstata e testículos nos machos.

5 º MANTENHA O ANIMAL DENTRO DE CASA
Rua não é lugar para o animal estar.

Mesmo que você more em um bairro tranqüilo ou em uma cidade pequena, isso não exclui o risco de adquirir doenças por contato, maus tratos, envenenamento ou de um atropelamento.
Quando seu animal dá uma volta pela quadra, por exemplo, ele pode rasgar lixos, fazer xixi em muros recém-pintados ou portões ( a urina corroe os metais, enferrujando-os), pode também entrar em contato com outros da mesma espécie e ter acesso à pulgas, baba, mordidas e infecções transmitidas por animais não vacinados.

Mantenha seus animais dentro de casa. Dentro do seu quintal. Essa é a única maneira de evitar problemas para eles, para você, e para as outras pessoas também.

Lembre-se que seus vizinhos não tem obrigação nenhuma de gostar do seu animal de estimação, afinal, ele é seu. Evite atritos com a vizinhança, mantenha seu animalzinho dentro do seu quintal.
6 º DÊ-LHE UM LAR, NÃO UMA PRISÃO
Jamais deixe seu cãozinho acorrentado ou o gato em uma gaiola. Ou você gostaria que fizessem isso com você ? Manter animais presos desta forma, sem nenhuma possibilidade de movimentação, é um ato de crueldade.

Lembre-se sempre que sua casa é um lar para o animal, não uma prisão, onde ele será obrigado a viver na solitária.

7º NÃO O CASTIGUE NEM MALTRATE

Punição física não adianta nada, e não corrige comportamentos indesejados. Bater no animal, além de ser um ato de extrema covardia, fará com que ele se torne medroso e inseguro, o que não é bom nem para ele nem para você.

Trate seus animais como você gostaria de ser tratado. Este é um princípio básico da humanidade.


8 º PROVIDENCIE TRATAMENTO VETERINÁRIO SEMPRE QUE FOR PRECISO
Não confie em conselhos e palpites de curiosos. O profissional mais indicado para cuidar de seu animal é o médico veterinário. Procure um veterinário sempre que necessário, para orientação, vacinação, ou se o animal apresentar qualquer sintoma de doença.

Esteja sempre atento à sua saúde, verifique sempre seu estado geral.

Não meça esforços para lhe dar o melhor tratamento possível. Mesmo que você não possua uma excelente situação financeira, há locais onde você poderá tratá-lo a preços mais baixos, como os hospitais das faculdades de veterinária.


9º SIGA AS REGRAS DA CIVILIDADE E DA HIGIENE
Ao sair na rua com seu cãozinho, recolha toda a sujeira que ele fizer. Não polua as vias públicas. Lembre-se que você é responsável por qualquer dano que o animal causar, e por qualquer coisa que ele fizer.

Cães devem ser levados na coleira sempre.

Essa é uma regra fundamental para a segurança das outra pessoas e do próprio cão.

Dentro de casa, mantenha sempre limpo o local onde vive o animal. Ninguém gosta de sujeira, muito menos seu melhor amigo.
10º SEJA COMPANHEIRO SEMPRE
Aprenda a respeitar o jeito de ser de cada animal. É isso que o faz único. Trate-o sempre com carinho e amor.

Procure compreender que tudo o que ele faz é para agradá-lo e fazer-se digno do seu amor. Aceite esse amor incondicional.

Ninguém será capaz de amá-lo de forma tão desinteressada e isenta de julgamentos como seu animal.

SUPERE AS DIFICULDADES - VOCÊ É RESPONSÁVEL
Nem sempre as coisas são como desejamos… Nem sempre nossos animais se comportam da forma esperada. Mas lembre-se de que você é responsável por ele, seja como for, aconteça o que acontecer.

E que ninguém abandona um filho porque teve mau comportamento, se envolveu com drogas, meteu-se em encrencas…

NA VELHICE, NÃO O DESAMPARE
Não é justo que você se desfaça do animal justamente na fase em que ele mais precisará de você. Nossa sociedade é extremamente injusta com os idosos.

Não seja você mais um a engrossar as fileiras da indiferença e da falta de gratidão. Seu animal o amou e compreendeu a vida inteira… Cuide dele até o fim.

JAMAIS O ABANDONE
Finalmente, jamais abandone. Animais abandonados são presa fácil das piores crueldades. Não caia na conversa de que sempre haverá “alguma alma boa” que cuide dele. A realidade não é essa.

Um comentário:

  1. Maravilhoso texto. Todos deviam tomar conhecimento
    Parabens abraços
    Mariza

    ResponderExcluir

http://bruhfloripa.blogspot.com.br
Visite mais vezes e confira todas as postagens.
Obrigada pela visita e deixe sua dúvida aí na mensagem que eu
♥ Agradeço ♥ desde já sua participação.
By Bruh Floripa! =D

SACIE MINHA CURIOSIDADE, POR FAVOR RESPONDA... COMO VOCÊ CHEGOU ATÉ O BLOG DA BRUH?

Participe do Blog da Bruh! =D

Caso não abra a lista de Amigos da Bruh logo abaixo desse recado, por favor, tecle F5 para atualizar a página. Obrigada.

Que bom ter você aqui! Amigos do Blog da Bruh:

Para evitar aborrecimentos, pessoas de má fé e afins, é necessário fazer login usando uma conta que já tenha sido criada (Google, Orkut, Twitter, Yahoo) para participar do Blog da Bruh. Agradeço desde já sua compreensão. Fico imensamente feliz quando você comenta e diz que esteve por aqui.
Comentem à vontade em qualquer postagem!