domingo, 26 de fevereiro de 2012

Minha primeira parede

No ano de 2003, eu me formei no curso
de Análise de Sistemas com ênfase em programação,
uma faculdade de técnica de informática.
Queria fazer alguma coisa diferente de pintar.

Ao final do curso, uns 8 meses antes da formatura,
eu estava fazendo a monografia e o trabalho de conclusão de curso,
voltado para a tese em qualidade na prestação de serviços informatizados.
Mas, como todo formando, estressada estava em ter 
que montar sozinha meu primeiro programa em Delphi e
deixá-lo funcionando para ser aprovada no curso.

Fiz um programa pra uma empresa de contabilidade,
onde o objetivo era organizar toda a papelada de entrada,
locais dos documentos nas pastas, nos armários e a saída dos documentos.

Para quem entende de programação, sabe que, na hora de compilar
os dados é que aparecem os problemas e você fica horas
procurando uma vírgula ou um ponto que pode estar no local errado.
Pode estar? Como assim pode? 
Pode não ser o ponto, nem a vírgula, talvez seja
 o "if", ou talvez quem saiba, seja o "else"... Aff! Fala sério!
O tal "IF" ou "Else" é de deixar qualquer um maluco.
Gente! Stress de verdade, programadores são loucos.
Para amenizar o stress, comecei a pintar
paredes com imagens em relevo, tipo estêncil.
E foi assim que o "Jackson Pullock" dentro de mim se expressou
 feito uma mistura de cores em tintas, comecei a pintar paredes,
roupas, móveis e até galinheiros... muitos risos...
porque até então eu pintava vasos para plantas e artesanatos em geral.

Eram quatro potinhos de guache e um pincel,
em cima de uma mesa de computador...
Para cada erro que eu não achava a vírgula,
eu pintava um peixinho na parede,
a coisa foi ficando tão bonitinha,
 que fui à loja de tintas e comprei massa corrida
 e algumas latinhas pequenas de esmalte sintético,
para pintar definitivo, pois o guache iria sair.
Com a massa corrida já colorida, separadas em potes de vidro
e misturadas com pigmento pra tinta (corante) fiz as cores,
desenhei os peixinhos com lápis de cor,
 dei corpo em alto relevo com a massa corrida
 e o esmalte sintético usei para contornar cada desenho.

O resultado foi esse:


O código LS003  é o código dessa parede.

A foto é de máquina antiga pois naquela época eu não tinha digital.

A essa técnica damos o nome de ESTÊNCIL.


Hoje é fácil comprar desenhos prontos,
 são encontrados em lojas de pintura.

Boa semana! Bjokas da Bruh! =**

3 comentários:

  1. Oi Bruh,
    Achei legal não só o post, mas tambem a enquete de onde vem os visitantes...legal isso né?
    Bjus querida

    Paula Kasas
    Acabamentos e Complementos

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruh, vim aqui através de um comentário seu em outro blog, oassei um tempão funçando tudo, amei as dicas de aromaterapia, já estou te seguindo, tenha uma linda semana.
    Bjos,
    Silvia,

    ResponderExcluir
  3. Que legal que ficou.... bom que sempre pode reinventar né?

    beijos

    ResponderExcluir

http://bruhfloripa.blogspot.com.br
Visite mais vezes e confira todas as postagens.
Obrigada pela visita e deixe sua dúvida aí na mensagem que eu
♥ Agradeço ♥ desde já sua participação.
By Bruh Floripa! =D

SACIE MINHA CURIOSIDADE, POR FAVOR RESPONDA... COMO VOCÊ CHEGOU ATÉ O BLOG DA BRUH?

Participe do Blog da Bruh! =D

Caso não abra a lista de Amigos da Bruh logo abaixo desse recado, por favor, tecle F5 para atualizar a página. Obrigada.

Que bom ter você aqui! Amigos do Blog da Bruh:

Para evitar aborrecimentos, pessoas de má fé e afins, é necessário fazer login usando uma conta que já tenha sido criada (Google, Orkut, Twitter, Yahoo) para participar do Blog da Bruh. Agradeço desde já sua compreensão. Fico imensamente feliz quando você comenta e diz que esteve por aqui.
Comentem à vontade em qualquer postagem!