sábado, 28 de julho de 2012

A Pintura Decorativa e o Tijolo do Castelinho

Desde criança sou apaixonada por plantas.
Sempre gostei muito de floriculturas e tudo que estivesse ligado à natureza.
Lembro que no primário, eu apanhava flores no caminho da escola,
pois eu era o tipo da aluna que levava flores ou maçã para a professora.
Minhas melhores notas eram em educação artística,
sempre gostei muito de criar, desenhar e pintar.

Certo dia, dentro do ônibus indo para o trabalho, observei um cartaz
sobre um curso de pintura decorativa e resolvi unir duas paixões:
Plantar e Pintar.
Assim juntaria uma renda extra pra ajudar na mudança para
Paulínia-SP, eu iria casar e deixar Floripa.

O conteúdo do curso ensinava técnicas de pintura
para móveis e paredes.

Luana lendo, Bruh pintando, Villarinho tocando e Charlote ouvindo.
E eu?
Pintava vasos e tijolos.

=P

Você riu? Ri não, é sério.

Em uma das aulas, a professora pediu pra levar uma peça para pintar.
O povo levou caixa de madeira porta-alguma-coisa, bem básico.
Eu levei um tijolo.
Claro que na outra aula, todas as alunas levaram um tijolo para fazer também. ;)
Mas... porque um tijolo? Para guardar coisas, ué.
Olha que útil, é um ótimo porta-trecos para batons,
pincéis, lápis, escovas, pentes, bico-de-pato, etc.
Além de não virar as coisas dentro da gaveta,
você pode deixar em cima da pia que fica muito bacana! =)

Porta-trecos para acessórios de beleza
Esse presente é perfeito para construir intenções.
É com tijolos que construímos as coisas, não é?
Virou um vício, algumas amigas ganharam o
"Tijolinho da Amizade", nome que demos na época.

Vendi vários tijolinhos que ajudaram a construir meu castelinho,
numa cidade mais de 800Km de distância da minha adorada Ilha da Magia...
O que a gente não faz por amor... ♥ ♥ ♥ Vende até tijolo.

Hoje chamo de porta-treco-tijolinho, simples assim.
No cartão você escreve pra qual construção será destinado tal tijolo. =D
Também gosto de juntar pedras e galhos e transformar em
porta-acessórios para elásticos de cabelos, pulseiras, anéis, etc.


Aceito encomendas personalizadas.
Ás vezes é possível encontrar modelos à pronta-entrega no
Empório da Bruh - Confira nossa loja.

Sintam-se todos beijados, obrigada pela visita e participação.
Gostou? Deixa um recadinho. =D
Bjokas da Bruh! =*

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
Leia mais:

- O que se deve fazer no INVERNO
- A LUA e sua influência sobre a Terra
- Influência da Lua na Personalidade
- Apogeu e Perigeu - A Super Lua Cheia
- Decoração da Festa Julina no Casa Velha
- O Gato Comeu
- Como limpar o cache e os cookie
- Vasos com Ervas Frescas
- Sexta-feira 13 e os Vasos do Cemitério

sexta-feira, 27 de julho de 2012

O que se deve fazer em JULHO

Olá pessoas! =D

Andei sumida, peço desculpas.

Julho, é mês de férias, da preguiça, de hibernar...
E com esse frio?... inverno, sabe como é... e quando chove?

Frio, cobertor, sopas, chás, vinhos, cobertor, frio...

Resumindo, pelo menos eu, entro em estado de dormência,
junto com minhas plantas e não sirvo nem pra pintar
de tantas câimbras e tremedeiras, fica tudo borrado...
As pernas beirando os 50 minutos sentada frente ao micro,
entram em estado de formigamento,
o cérebro em hibernação, os dedos dos pés e mãos congelam.

Eu não tenho uma "personal curica" para me ajudar,
então eu faço menos coisas mesmo, incluindo digitar.

Em julho, fazemos tudo o que está escrito no outro tópico já existente:


Porque, caros amigos, sabemos que inverno e julho,
é quase a mesma coisa.

Mas vamos fazer um resuminho básico
pra não deixar o mês passar em branco.

Então... o que devemos fazer em JULHO?

Além de comer mais para fugir do frio? =/

Segue algumas dicas logo abaixo:

CAMPOS & HORTAS

Dar seguimento à colheita da batata-inglesa ou batata-doce,
logo que atinja o devido grau de maturação.

Inutilizar a rama quando o combate ao escaravelho tenha sido feito
com caldas de arsénio ou outras que, pela toxicidade,
façam perigar a vida dos animais domésticos que a tenham consumido.

Adubar, em cobertura, milho, batata, feijão, melão e prados arti­ficiais,
nomeadamente os de luzerna que precisam de muita água.

Semear as últimas milharadas e os últimos nabos para forragem.

O tratamento contra o míldio e outras doenças e pragas
merece nesta época grandes cuidados, sobretudo no tomateiro.
Por isso, consultar os Serviços Regionais de Agricultura da sua zona
para que lhe sejam indicados os pesticidas mais adequados
ao combate às doenças e pragas referidas.

Aqui em casa, para combater a maioria das pragas
eu pulverizo calda de fumo de corda nas plantas.

Semear alfaces, espinafres, cenouras, nabos e rabanetes.

Podar as frutíferas que estiverem desfolhadas,
como o caqui, pêra, videira, amoreira, goiabeira e
todas as plantas que venham a dar flores e frutos na primavera e verão.

NO JARDIM

Azaléia
Enterrar os bolbos dos jacintos e tulipas.
Aparar as relvas que devem ser bastante regadas.

Cortar as rosas murchas que enfraquecem a roseira.
Época boa para podar roseiras e plantas em dormência,
dê preferência na lua nova, quando a seiva da planta está na raiz.

Pode as plantas e arbustos sem folhas, para fortalecer a próxima florada.

Azaléia
Florescem

Azaléias, Lupino, Lírio-da-Paz, algumas Orquídeas, Cymbidium,
Flor-de-sino, Begônia, Prímula, Azulzinha, Amor-perfeito, Angélica, Goivo, Tulipa.

Não pode plantas que estejam com botões ou flores.

Coloque para entrar em dormência forçada os bolbos de Açucena,
não dê mais água e guarde o vaso num lugar escondido, durante 60 a 90 dias,
replante ou abube, e volte a molhar pra surgir novas flores na primavera ou verão.

Sintam-se todos beijados, obrigada pela visita e participação.
Gostou? Deixa um recadinho. =D
Bjokas da Bruh! =*

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Leia mais:

- O que se deve fazer na Primavera (Em Breve);
- O que se deve fazer em Agosto (Em Breve);
- Influência da Lua na Natureza (Em Breve);
- O que se deve fazer na LUA CHEIA (Em Breve); 
- O que se deve fazer na LUA MINGUANTE (Em Breve);

*** Decoração da Festa Julina no Casa Velha

sexta-feira, 13 de julho de 2012

A Saga Galinheiro - Episódio Outubro 2000 - O início


Sempre que eu comento que eu tenho galinhas em casa,
logo vem a cara de espanto seguida da pergunta:

- Porque você tem galinhas como animal de estimação?

E lá vou eu contar mais uma história da Bruh, contos e contos,
pois essa minha vida é cheia de alegrias, aventuras e causos engraçados,
pois eu não me importo com o que os outros vão pensar,
o que importa é ser feliz, estar em harmonia e ter saúde.

Era uma vez...

No ano de 2000, recém-casada,
morando em Paulínia, interior de São Paulo.
Um belo final de tarde, o sogro, bate à porta
com uma galinha preta garnizé velha,
de bico torto, em baixo do braço, dizendo o seguinte:
- Me ajuda, eu vim de uma "macumbeira" que me cobrou
três cheques de mil reais e ela disse que eu mesmo
tenho que matar essa galinha e colocar na esquina.
Não sei como fazer, e agora?

Você faz noção da cara que eu fiz?
Fala sério!
E quando eu olhei pra galinha e ela piou pra mim?

Sinistro! =O




Um minuto de silêncio, seguido de 10 minutos de gargalhadas.
Recordo como se fosse hoje, porque daquela cena eu jamais esquecerei!
Disse pro sogro entrar, peguei a galinha e a coloquei no quintal,
disse pra ligar pro banco e sustar os 3 cheques.
Depois do café e muitas risadas, ter salvo a vida da pobre galinha
e de ter ajudado a resolver o problema do sogrão...

E agora?? O que fazer com a galinha?

A agropecuária que vendeu, não a aceitou de volta,
porque a coitadinha era velha, tão velha e "feinha" que eles
devolveram em ração o valor da galinha para eu ficar com ela.

Comprei uma casinha de cachorro e
preguei um puleiro dentro que virou a Popopó's Chickencoop.
(Uma casinha de cachorro serve de moradia para até 20 galinhas).
E ela ficou lá em casa, quando chegou a primavera,
eis que a digníssima penosa coloca um ovo,
e coloca outro, e a produção segue de um ovinho por dia.

Tá aí! GOSTEI! Bichinho útil, pensei.

Sempre amei plantas, a galinha produzia um ótimo adubo.
Comia os restinhos das refeições e
eu precisava apenas separar o lixo seco.
Ela fazia menos barulho que um cão, menos sujeira,
menos dependente, dava adubo, capinava o jardim,
comia mosquitos, caracóis e afins.

Uma beleza!

Eu já tive cachorros e não são úteis assim.
Então, porque não ter uma galinha de estimação?
Demos o nome de Popopó pra ela.

Uns 8 meses depois, resolvemos nos mudar para Florianópolis - SC.
Eu sempre fui daqui, sou manézinha da ilha com muito orgulho.
O marido é Paulista, por isso casei e fui morar lá.
Mas não aguentei de saudades da minha Ilha da Magia,
e casada com um músico, lugar melhor não há.

E a galinha Popopó? Veio com a gente, de carro,
junto com minha gata preta Bumma, que hoje tem 12 anos.


Minha gata Bumma - raça Exótica 

Chegamos em Floripa, com gata, computador e galinha
no nosso primeiro carro, dia 01 de julho de 2001.

Morando numa casa, comprei um namorado pra Popopó, o JOE.



Eis a família que ela formou:

3- POPOPÓ (Mamãe) - Ela é a mãe de todos na foto, primeira ninhada do falecido JOE que foi assassinado pelo cachorro da vizinha que entrou no meu quintal e saiu com o galo como prêmio.

Primeira ninhada:
1- Pretinha, 
2- Maggy,
4- Bruxo, o galo feio de plumas brancas e cascas pretas. 
5- Tache, 
6- Killer.
Essa última era muito macabra, acho que era zumbi,
comia os cérebros e olhos dos pintinhos recém-nascidos,
a última ninhada ela comeu todos os 9 pintos!

E desde 2001... Nasceu, vendi ou comi muita galinha.
Também vendo ovos e estrume.

De lá pra cá, muita coisa mudou...

Depois de 3 anos, tive que construir uma estrutura maior
para abrigar um negócio que estava crescendo.


Desde então, faço projetos de casinhas para aves e me divirto com isso.

Essa foi a primeira construção grande que eu fiz para galinhas. 

Dez anos passam rápido, quando percebi,
eu já tinha uma mini cidade galinácea no quintal.

Elas dormem no Hotel, comem no Restaurante,
colocam ovos na Maternidade,
pintos recém-nascidos ficam na Creche e
quando não precisam mais da mamãe-galinha vão para a Escolinha.

Após adultos são vendidos e assim se inicia um novo ciclo.
Devagarinho e sem perceber, montei um pequeno negócio
boca-a-boca que funciona como venda ou escambo.
Muitas vezes troco os ovos pelo bolo fresquinho
 do café da tarde feito pela vizinha.


"Nossas loucuras são as mais sensatas emoções.
Tudo o que fazemos, deixamos de lembranças para os que sonham,
um dia ser como nós. Loucos, mas felizes."
Bob Marley

♥ ♥ ♥

Para tornar a realidade suportável,
todos temos de cultivar em nós certas pequenas loucuras.
Marcel Proust
 ♥ ♥ ♥
A pior das loucuras é, sem dúvida,
 pretender ser sensato num mundo de doidos.
Erasmo Carlos

♥ ♥ ♥
Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras,
alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho...
Que me veja como um ser humano completo,
que abusa demais dos bons sentimentos que a vida lhe proporciona,
que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento...
e não brinque com ele.
E que esse alguém me peça para que eu nunca mude,
para que eu nunca cresça, para que eu seja sempre eu mesmo.
Não quero brigar com o mundo, mas se um dia isso acontecer,
quero ter forças suficientes para mostrar a ele que o amor existe,
que ele é superior ao ódio e ao rancor e que eu nunca deixe
minha esperança ser abalada por palavras pessimistas...
Mário Quintana

♥ ♥ ♥
E que minha loucura seja perdoada,
porque metade de mim é amor, a outra também.
Oswaldo Montenegro


 ♥ ♥ ♥


Sintam-se todos beijados, obrigada pela visita e participação.
Gostou? Deixa um recadinho. =D
Bjokas da Bruh! =*

SACIE MINHA CURIOSIDADE, POR FAVOR RESPONDA... COMO VOCÊ CHEGOU ATÉ O BLOG DA BRUH?

Participe do Blog da Bruh! =D

Caso não abra a lista de Amigos da Bruh logo abaixo desse recado, por favor, tecle F5 para atualizar a página. Obrigada.

Que bom ter você aqui! Amigos do Blog da Bruh:

Para evitar aborrecimentos, pessoas de má fé e afins, é necessário fazer login usando uma conta que já tenha sido criada (Google, Orkut, Twitter, Yahoo) para participar do Blog da Bruh. Agradeço desde já sua compreensão. Fico imensamente feliz quando você comenta e diz que esteve por aqui.
Comentem à vontade em qualquer postagem!